Processo de cura

 

Já deixei que lágrimas escorressem pelo meu rosto por dias, já vi fazerem o mesmo.

Por mais que tenhamos quatro mil amigos no facebook, milhares de curtidas no instagram, trilhões de visualizações no snapchat, a solidão por muitas vezes se faz presente. Você já se perguntou o por quê? Provavelmente você dirá que sim e que nunca teve respostas, eu te digo, você teve! Só não soube percebe-las!

Primeiramente quero deixar bem claro que este texto não está aqui para te trazer respostas ou dizer algum tipo de verdade absoluta, eu falo a minha verdade e este texto é apenas para uma reflexão sua, consigo mesmo.

Bem… Você já escutou falar sobre Processo de Cura? Não estou falando sobre fazer algum tipo de cirurgia ou intervenção medica e ficar de repouso esperando que os pontos caiam. Eu falo sobre algo que vai além da carne, falo de algo mais próximo da alma. O Processo de Cura se baseia em você cuidar e curar seu interior, é como se você fosse arrumar sua gaveta ou guarda-roupa e tivesse que jogar muitas coisas fora e aquilo para você não é fácil, pelo apego que se tem. Deu pra entender um pouco?

Então, este processo se dá por meio de arrumação, onde você precisa abrir a gaveta, ou seja, sua mente e organizar cada coisa em seu lugar e se preciso jogar coisas fora, aliás, preciso não, necessário. Essa arrumação faz com que nossa mente dê um jeito no que está fragmentado e doendo por dentro. Você começa a avaliar tudo em sua volta, suas atitudes para com o outro, as atitudes do outro para com você. Muitas coisas que você olhava com “ternura” passaram a ter outro significado. E isso é um problema? Não! Isso é apenas um sinal que de você atingiu uma certa parte de sua mente que estava adormecida. Você chegou ao primeiro passo do Processo de Cura. Agora os próximos passos é penas com você.

Lembra da pegunta? Por que a solidão se faz presente? Quando perguntamos isso, a solidão nos dá a resposta com o silêncio, falando sem falar, dizendo que se você chegou a este ponto é porque tem algo de errado acontecendo. Então é a hora de avaliar suas atitudes, se você está sendo você mesmx ou apenas fazendo um “papel” para agradar. Quanto tempo você ficara nessa? Está sendo bom para você? Quando você deita e coloca a cabeça no travesseiro o seu último gesto é um sorriso?

Quando esse processo se fizer presente em você a sua visão de mundo muda e o mundo muda a forma de te olhar. Não pense que esse processo é rápido, é lento, com passos pequenos e precisos. Quando você se cura, você também cura o outrx. Estamos doentes sim, nossa mente e nossa alma estão aprisionadas em caixas da qual fomos submetidos sem nenhuma escolha. É hora de dá voz a nossa força e a nossa liberdade. Cure-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *