Check-in: Campos do Jordão

Esperando aquele frio, partimos rumo a Campos do Jordão no último sábado (28/05). Fechamos um pacote com a agência de viagem Muchileiros Turismo. Mas adivinha? Estava um sol de rachar o tampão da cuca – que inclusive nos fez carregar: às blusas, as luvas, as tocas, as calças e as bolsas, com tudo isso dentro.

Acordamos bem cedo, mas no dia anterior era meia noite e ainda estávamos a papear, porque duas meninas tagarelas na mesma casa, – vira festa do pijama, óbvio. Chegando no Terminal Tietê no sábado de manhã, pegamos o único ônibus que parecia uma “espaçonave” – o que não é ruim, já que gostamos “do diferente”. Ele era destaque ao passar, todo vermelho, com duas anteninhas brancas na frente e três riscos prateados na lateral, que sugeriam uma bela passada de mão do Wolverine. Além de extremamente extravagante, o motorista era o mais pontual, dentre os três – eramos sempre os primeiros a chegar e a sair – porque abdução tem data e hora marcada.

Foi aproximadamente duas horas de viagem – dormimos grande parte do caminho, porque escolhemos falar ao invés de dormir, na noite anterior. Chegando no município, nossa primeira parada foi no Mosteiro São João, um ambiente muito bem conservado, com muito verde, comida caseira e itens absurdamente caros – Freiras Deus está vendo viu?…O lugar em si é pequeno, lindo, com muito verde, peixes e com uma energia sem igual. Sua existência pode ser resumida em calmaria, simplicidade e silêncio, era quase um ambiente paralelo aos ruídos da cidade grande.  Ficamos aproximadamente 30 minutos e valeu a pena.

Foto: Thais Valenthiny
Mosteiro São João
Foto: Thais Valenthiny
Mosteiro de São João

A segunda parada, foi na Churrascaria Querença da Serra, com direito comer quanto aguentasse por apenas R$ 28,00 mangos – Vale ou não vale a pena? Fora a comida boa, estávamos ao som de clássicos do MPB tocados no saxofone – o músico mais errava do que acertava, mas quando ele fazia certo, era um som maravilhoso. Esqueci de tirar foto da Churrascaria – estava preocupada em comer, mas tirei da Floricultura de Campos do Jordão serve?

Foto: Thais Valenthiny
Entrada da Floricultura de Campos do Jordão
Floricultura Campos do Jordão
Floricultura Campos do Jordão

A terceira, – e mais doce das visitas, foi a Vila do Chocolate da Cacau Show, lá encontra-se disponível uma maquete de Campos do Jordão toda de chocolate. Acredite é impressionante, porque ela é gigantesca e muito detalhada. Nós Mochileiros, tinhamos direito a uma provinha do chocolate artesanal e podíamos comprar todo o acervo disponível na loja, localizada no andar de baixo da exposição. Queremos chocolate sim? ou com certeza?

Foto: Thais Valenthiny
Vila do Chocolate da Cacau Show
Foto: Thais Valenthiny
Vila do Chocolate

A quarta parada e mais importante no meu ponto de vista, foi a visita a Cachaçaria do Tio Lé, que possui uma variedade de bebidas com um preço justo – o que não é muito comum, por lá. Lá você encontrava de tudo, menos cachaça de gengibre.

Ela está localizada na mesma rua do Teleférico, no centro de Campos do Jordão. E falando no Teleférico, está foi uma das partes mais divertidas do passeio, porque a aventura possibilitou uma das visões mais lindas que já tive. Confira abaixo todas as fotos que tirei deste lindo lugar e ao final está o custo da viagem:

Campos do Jordão
Final de tarde em Campos do Jordão
DSC03971
Passeio de Patinho – R$ 14,00 reais por pessoa
Teleférico de Campos do Jordão – R$ 15,00 reais por pessoa
DSC03962
Teleférico de Campos do Jordão – R$ 15,00 reais por pessoa

PARECER FINAL:

Viajar é uma arte, porque arte se define como uma série de manifestações, emoções, ideias e percepções. Assim, em um município turístico como Campos do Jordão, onde a economia está diretamente ligada ao turismo, tudo é feito para encantar. Até as casas são cuidadosamente arquitetadas para encher os olhos, preencher vázios e consolar corações solitários.

Eu me deixei levar, – por alguns instantes, voltei no tempo e passei a ser crianças, encantada com coisas simples; telhados pontudos para escorrer a neve, que inclusive não existe no Brasil; o som da calmaria através do contato com a natureza; ou até mesmo olhar pela janela durante o trajeto do ônibus vulgo ‘espaçonave’.

As vezes é necessário cair na estrada, ainda que por um dia. É preciso voltar ao contato por além do cibernético, conhecer pessoas, tocar paredes para aguçar alguns sentidos, que estão se perdendo pelo excesso do contato meramente digital. É preciso viajar cada vez mais e fico feliz de agregar Campos do Jordão e alguns amigos ao meu repertório pessoal.

Confira abaixo os valores, para comida, transporte e roteiro:

DESPESAS:

* Crianças até 5 anos não pagam

Pacote Mochileiros ‘Day Use’ R$ 80,00 reias por depósito:

Transporte Rodoviário
✓ Guia Regional
✓ City Tour Guiado
✓ Monitor de Viagem

►►► NÃO INCLUSO ◄◄◄

Churrascaria Querença da Serra R$28,00 reais (Débito, Crédito e Ticket)

►►► ROTEIRO ◄◄◄

✓Visita ao Mosteiro São João (monjas beneditas);
✓Visitação á Cacharia com degustações de chocolate, queijos , vinho e licor.
✓ Parada para almoço
✓ Ducha de Prata – Queda d’água artificial e boulevard com artesanatos local e regional
✓ Alto do Capivari – Onde existe a maior concentração das mansões em estilo europeu da cidade (Passeio Panorâmico)
✓ Visita à Loja de Fábrica da Cacau Show
✓ Parada para teleférico, Praça do Capivari, Boulevard Geneve, passeio de trem e outros atrativos em um momento livre do grupo com orientação da guia local no final do city tour.

Para mais informações acesse a página: aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *